Baixar Livro Um Paciente Chamado Brasil - Luiz Henrique Mandetta  em ePub PDF Mobi ou Ler Online

Um Paciente Chamado Brasil

Descrição

Um paciente chamado Brasil: Os bastidores da luta contra o coronavírus Luiz Henrique Mandetta narra em detalhes a luta para conter a covid-19 no Brasil durante sua gestão como ministro da Saúde. Em um relato franco, ele aborda todas as questões que teve de enfrentar nesse período. Um livro para todos que queiram saber mais sobre os meandros da atual política brasileira.No início de 2020, o então ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta enfrentou um dos maiores desafios de sua carreira: conter o avanço da covid-19 no Brasil. Sua defesa dos protocolos científicos no combate à pandemia e a transparência na comunicação com a sociedade acabaram desencadeando uma crise no governo federal.No mesmo estilo objetivo com que conduzia as coletivas de imprensa do ministério durante sua gestão, Luiz Henrique Mandetta relata, semana a semana, os cerca de cem dias em que esteve à frente da pasta, até sua exoneração, em 16 de abril de 2020. Revela bastidores do seu dia a dia — muitos até então desconhecidos do grande público, e que lançam uma nova luz sobre as movimentações políticas no Palácio do Planalto durante esse período.Como ocorreu a formação de sua equipe técnica; a relação do Executivo com os outros poderes; as movimentações e articulações políticas dentro do Planalto; os meandros do funcionamento dos sistemas de saúde de estados e municípios e suas conexões com a esfera federal; o diálogo com entidades e organizações nacionais e estrangeiras; a questão da cloroquina e do isolamento social; o negacionismo do presidente da República; e os caminhos da compra e distribuição de insumos para profissionais da saúde e hospitais são alguns dos temas abordados neste livro.Um testemunho de um dos momentos mais difíceis da história do Brasil atual.Sobre o AutorLuiz Henrique Mandetta nasceu em Campo Grande (MS), em 1964. Médico de formação, ingressou na política em 2005, quando assumiu a Secretaria Municipal de Saúde de Campo Grande. Em 2011, elegeu-se deputado federal por seu estado, sendo reeleito em 2014. Em 2019 assumiu o Ministério da Saúde, do qual foi exonerado em 16 de abril de 2020, em meio à pandemia do novo coronavírus.